Bota

em sexta-feira, 17 de novembro de 2017


A bota enorme rendilhada de lama, esterco e carrapicho regressa do dia penoso no curral, no pasto, no capoeirão.
A bota agiganta seu portador cansado mas Olímpico.
Privilégio de filho é ser chamado a fazer força para descalça-la, e a força é tanta que caio de costas com a bota nas mãos e rio rio de me ver enlameado.

Carlos Drummond de Andrade

Nenhum comentário , comente também!

Postar um comentário