Menina

em sábado, 18 de novembro de 2017

Sinto inveja daquela menina,
Do Brilho em seus olhos,
Do corpo bonito
Do andar macio,
Sinto pena daquela menina,
Tudo nela é perfeito,
Tudo tem seu jeito;
Mas vejo que falta alguém.
Sinto raiva daquela menina,
Foge da monotonia
Libera sua alegria

E vive rindo de mim.
Sinto que amo aquela menina,
Por tudo que hoje se ausenta,
Pela boca que me alimenta
Pela mão que me conduz.

Fer Biazus

Nenhum comentário , comente também!

Postar um comentário