Estranho

em terça-feira, 26 de junho de 2018


Um homem me espera amanhã,
Tem saudades do que não conhece
E diz gostar do que viu apenas uma vez;
Ele fixa-se na minha risada,
Perde-se na minha voz,
Precisa me encontrar,
Qualquer hora, por um momento...
Quer saber meu pensamento,
Onde escondo meu coração.
O que estou vivendo (mentira ou ilusão?)
Constrange meu coração aflito.
E perde-se sem entender.
Um homem me espera...
Comprime meu jeito espontâneo,
Não me deixa viver,
Vê uma beleza que não é minha,
Me entrega um amor que não posso realizar,
Me quer na sua vida,
Mas me diz em sonhos:
- Que traz na pele meus segredos,
Conhece a idade da minha dor,
Que pode ver minha alma triste,
Conhece o que eu escondo atrás dos meus olhos brilhantes,
Bebe da água que lhe entrego,
Apenas sorri.
Entende o que o riso desperta em mim – a sensibilidade esquecida -.
Esse, que vejo em sonhos
Que não consegue me encontrar,
É a quem vivo a buscar...

Lilith

Nenhum comentário , comente também!

Postar um comentário