Mestre

em quinta-feira, 28 de junho de 2018

Imagem: HuffPost Brasil
Pintei a tela com as cores da primavera, mas descobri que o colorido do inverno combinaria mais com o desenho que escolhi.
Como folhas verdes que caem no outono, deixando a paisagem bonita e triste. Até o mar - horizonte mais belo - se cansa do frio que traz o inverno e esconde sua beleza sobre sua cama de areia, para janaína se aquecer.
Olhando para mim refletindo no espelho as estações, não quero mais mestre, saber como sorri verdadeiramente o amor.

Por que assim, poderei pintar o que sonhei, não o que vivi, escolhendo as cores das flores que brotam no jardim, e esquecendo como são folhas quando caem no chão.
Vivendo eternamente a primavera e
Lilith

Nenhum comentário , comente também!

Postar um comentário