INTERVALO

em segunda-feira, 17 de setembro de 2018


Quando nasci,

em rendas e afagos

Os rouxinóis vinham com a aurora esperar a Primavera
Mas o seu canto
Emudeceu de espanto
Como se o meu choro os degolasse.
Minha mãe, nessa noite,
Sonhara com o aceno húmido de um lenço
Branco
Num dia de partida.
Ó Terra
eu cheguei e tu ficaste ainda.
Porque não estoiraste se foste iludida.

Fernando Namora




Nenhum comentário , comente também!

Postar um comentário