SONHA ALONSO QUIJANO

em sábado, 15 de setembro de 2018


O homem se desperta de um incerto

Sonho de espadas e de campo plano

E se toca a barba com a mão

e se pergunta se está ferido ou morto.

Não o perseguirão os feiticeiros
que hão jurado seu mal baixo a lua?
Nada. Apenas o frio. Apenas uma
Doença dos seus anos postreiros.
O fidalgo foi um sonho de Cervantes
e don Quixote um sonho do fidalgo.
O duplo sonho os confunde e algo
está passando que aconteceu muito antes.
Quijano dorme sonha. Uma batalha:
Os mares de Lepanto e a metralha.


Jorge Luis Borges

Nenhum comentário , comente também!

Postar um comentário