AQUI NESTE PROFUNDO APARTAMENTO

em sábado, 24 de novembro de 2018



Aqui neste profundo apartamento

Em que, não por lugar, mas mente estou,

No claustro de ser eu, neste momento
Em que me encontro e sinto-me o que vou,
Aqui, agora, rememoro

Quanto de mim deixar de ser
E, inutilmente, [....] choro
O que sou e não pude ter. 



Fernando Pessoa

Nenhum comentário , comente também!

Postar um comentário